Conheça os princípios da contabilidade gerencial

Talvez você ainda não saiba, mas a contabilidade gerencial faz toda a diferença em uma empresa! Por meio dela, além de organizar as suas finanças e manter as obrigações tributárias em dia, o contador também realiza um papel importante na tomada de decisões.

Para que você entenda como funciona esse serviço, quais as vantagens e  diferenças entre ele e o serviço tradicional de contabilidade financeira, leia o nosso post com atenção. Com certeza, ao entender melhor do assunto, você vai perceber a importância dessa ferramenta dentro da sua empresa e como ela poderá transformar a gestão do seu negócio! Confira:

O que é contabilidade gerencial?

A contabilidade gerencial trabalha com a análise, identificação e mensuração das informações financeiras da sua empresa, auxiliando na tomada de decisões e realizando um planejamento mais eficiente e seguro.

Por meio dela, os dados contábeis serão interpretados de forma mais clara e será possível analisar, mais profundamente, os verdadeiros lucros, despesas e as possibilidades de crescimento no faturamento mensal.

Esse trabalho é realizado pelos escritórios de contabilidade em conjunto com os setores internos da sua empresa, pois só com uma comunicação eficiente a troca de informações acontecerá de forma integral.

Quais as vantagens?

Com a adoção da contabilidade gerencial, você terá mais segurança na tomada de decisões e poderá estudar ações para aumentar a produtividade dos seus funcionários e reduzir o número de contratações, por exemplo, ou verificar qual o produto/serviço está gerando mais receita, entre outros.

Além disso, conhecendo a fundo a sua situação financeira, fica mais fácil reduzir despesas e desperdícios, controlar o fluxo de caixa, realizar investimentos e adotar estratégias de mercados que possibilitem a ampliação dos negócios e o aumento da satisfação dos clientes.

Contabilidade gerencial X financeira: quais são as diferenças?

Enquanto a contabilidade financeira se preocupa com o cumprimento das leis tributárias, o pagamento pontual dos impostos e ações voltadas para a redução geral dos gastos, a contabilidade gerencial visa organizar internamente a sua empresa, de acordo com as necessidades.

A primeira, portanto, cumpre leis e regras gerais, enquanto a segunda adéqua essas mesmas leis à realidade da sua empresa, descobre mecanismos que facilitem a organização das tarefas e que otimizem os lucros.

Convém ressaltar, ainda, que a contabilidade financeira se preocupa com prazos de pagamentos e de entrega de documentos. A gerencial, por sua vez, ajusta as ações à adaptação dos setores internos da sua empresa e visa desempenhos em longo prazo.

Como implantar a contabilidade gerencial na sua empresa?

Para começar o serviço, é importante dar início a um controle financeiro eficiente, registrando todas as movimentações de entrada e saída da empresa.

Para isso, contar com um software de gestão integrada pode ser uma forma de facilitar as ações e reduzir o risco de erros, afinal, o sistema reúne em um só lugar todos os registros realizados. Também pode valer a pena usar ferramentas gerenciais que auxiliam na elaboração do perfil da sua empresa. Como exemplos, podemos mencionar o fluxo de caixa, os orçamentos e os índices contábeis.

A contabilidade gerencial, com certeza, abrirá grandes possibilidades para o seu negócio, então, invista nesse serviço, contratando um bom contador e os softwares certos para que tenha maior agilidade e eficiência.

Esse post te ajudou? Ou você ainda tem dúvidas? Siga nossa página no Facebook e acompanhe todas as novidades!

Sobre o autor

Josinei Soares

Diretor Executivo na Cont360. É pós-graduado em Controladoria pela FIA/USP, com Bacharel em Administração de Empresas e Marketing pela Universidade Anhembi Morumbi, Contabilista e membro do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo.

Deixar um comentário

5 × 1 =