fbpx

Como otimizar seu controle de contas a pagar e a receber?

Se você é empreendedor sabe o quanto é importante controlar suas finanças. Dinheiro bem gasto pode ser a diferença entre um negócio próspero e a volta da distribuição de currículos. Caso não esteja fazendo seu controle de contas a pagar e receber, é provável que caia na segunda opção.

Claro, falando assim parece simples. Porém, na prática, ter um sistema otimizado para gerir suas finanças, será um pouco mais difícil do que aparenta. Entretanto, entendendo como funciona, manterá tudo nos eixos sem problemas. Para te ajudar, trouxemos aqui 4 dicas simples de como gerenciar suas contas. Confira:

1. Tenha um registro preciso do controle de contas a pagar e receber

A melhor forma de manter o controle de contas é ter tudo na ponta do lápis. Tudo deve ser anotado, datas de vencimento, valores, credores. Se você não souber de onde o dinheiro vem, nem para onde ele vai, provavelmente não está gerindo seu negócio corretamente.

É verdade que erros podem ser cometidos no processo. Não é inadmissível se, por exemplo, você um dia descobrir que a data do último pagamento do aluguel atrasou um dia porque alguém fez um lançamento errado na planilha ou que o recebimento do contrato do cliente mais importante da sua carteira está atrasado e você nem sabia disso. Mas é importante acompanhar estas falhas e garantir que elas não se repitam.

2. Cobre os inadimplentes

Um erro que muitos empreendedores cometem em pequenas empresas é serem “legais demais” com seus clientes. E não estamos falando de dar um desconto, ajustar um prazo de pagamento ou deixar os juros de lado, e sim de quando o dono simplesmente ignora um rombo no orçamento e deixa um cliente escapar com uma dívida enorme. Não será nada bom para seu negócio.

Por mais que a cobrança não seja confortável, é isso que você precisa fazer. Em alguns casos, ir à justiça para conseguir o dinheiro que te devem poderá ser necessário. Lembre-se, independente das intenções e da proximidade do cliente, sua empresa vai precisar dos recursos para pagar os custos envolvidos na venda. Uma pequena empresa não pode dar-se ao luxo de perder dinheiro, sob pena de colocar em risco a continuidade da sua operação.

3. Planeje gastos e recebimentos

Um bom controle de contas sempre passa por um planejamento. Não se trata apenas de ter uma lista de despesas, mas sim de saber quanto capital entrará em caixa e quando deverá sair. Isso vai te ajudar muito na hora de buscar um investimento ou caso seja pego de surpresa por alguma perda e precise de um empréstimo.

4.  Use um software de gestão

Boa parte do trabalho de controle financeiro de uma empresa é quase mecânico. Várias tarefas, como arquivamento de recibos, conciliação bancária, agendamento de pagamentos e recebimentos, entre outras, podem ser automatizadas para poupar tempo. Para isso existem os softwares de gestão financeira.

Com ele, você economiza muito tempo de trabalho, melhora o desempenho das suas finanças e ganha espaço para atuar de forma mais estratégica dentro do seu negócio. Um recurso bem vantajoso!

Agora você sabe um pouco melhor como fazer o controle de contas a pagar e receber.

Quer continuar descobrindo novas dicas? Então assine nossa newsletter e fique sempre por dentro dos melhores conteúdos.

Sobre o autor

Josinei Soares

Diretor Executivo na Cont360. É pós-graduado em Controladoria pela FIA/USP, com Bacharel em Administração de Empresas e Marketing pela Universidade Anhembi Morumbi, Contabilista e membro do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo.

Deixar um comentário

três × cinco =